You are currently browsing the tag archive for the ‘herpes labial’ tag.

O herpes é uma doença viral cujo agente etiológico pertence à família dos HHV. O vírus do herpes simples VHS-I, proporciona ao indivíduo lesões intra e extra bucais.

O contágio se dá através do contato da salíva ou do líquido contido nas vesículas ou bolhas das lesões herpétivas presentes no hospedeiro. Para maior segurança, devemos evitar o contato a partir da fase inicial até a cicatrização e resolução da lesão herpética.

A melhor fase para o tratamento é a inicial, onde o Laser de baixa intensidade é usado para inibir o desenvolvimento da lesão. Usa-se então o comprimento de onda vermelho ( de 630 a 690 nm ) com dose alta em uma única sessão. Pode acontecer da lesão se desenvolver, mas o ciclo se completará em um período menor.

O tratamento pode ser iniciado também nas fase pré- vesicular  e vesicular, porém as ondas utlizadas do Laser serão de outro comprimento ( 780 nm ), ou infravermelho, para diminuir a infecção. Logo depois aplica-se o Laser de onda vermelha para bioestimular a cicatrização.

Na fase ulcerada, quando existe uma ferida aberta, o objetivo é apenas estimular a cicatrização, assim usamos o laser de baixa intensidade vermelho, em baixas doses, por duas ou três sessões.

A paciente da foto fez 4 aplicações na fase pre-vesicular e em 24 horas obteve o resultado que vocês podem observar.