You are currently browsing the tag archive for the ‘prevenção’ tag.

ACUPUNTURA E A PREVENÇÃO DO CÂNCER

Não se sabe ao certo as causas exatas do câncer. As mais prováveis, como a terapia hormonal excessiva, idade, dieta, genética, exposição a radiações e alterações emocionais podem ser fatores de risco e são estudados pelos pesquisadores.

Recomenda-se para uma vida saudável, a ingestão de fibras, frutas, verduras, cereais integrais e carnes magras, evitar o fumo, o excesso de álcool, manter o peso correto, praticar exercícios e técnicas de relaxamento podem manter o organismo saudável como um todo, aliados às práticas de terapias alternativas e da fé.

Propomos a prática da acupuntura pela comprovação científica da sua ação sobre o organismo, porque acreditarmos na sua ação holística e por obtermos resultados maravilhosos e surpreendentes na prática clínica.

Na visão da Medicina Tradicional Chinesa nada é separado, nada pode ser visto apenas por si mesmo. Os astros, o sol e a lua, os elementos da natureza, as estações do ano, o dia e a noite, as horas, todos os seres, tudo está relacionado. Assim, as causas de desequilíbrio, de doença provêm de fatores internos, fatores externos e fatores mistos.

Vamos falar dos fatores internos, que são as emoções. Elas podem debilitar determinado órgão ou sistema, fragilizando-o e expondo-o à doença.

 Raiva, euforia, preocupação, tristeza e medo são emoções normais.

Todos nós sentimos raiva em alguma situação na vida. Através dela nos defendemos quando somos duramente agredidos. Porém, cultivá-la não nos traz benefícios. Tê-la momentaneamente por algum motivo é saudável. Porém, se continuarmos com raiva por muito tempo e de forma contínua, afetará a energia do Fígado.

Da mesma forma a euforia. Ficar alegre é bom e alegria é sinônimo de ser feliz. Porém, a euforia ou alegria desmedida e o excitamento máximo altera a energia do nosso Coração.  

Ficamos muito tristes quando temos uma perda de alguém que amamos ou algum bem material importante para nós. Porém, permanecer na tristeza por muito tempo vai debilitar a energia do o nosso Pulmão, baixando a imunidade e permitindo que contraiamos doenças respiratórias.

Todos nós temos preocupações. Apenas preocupar-nos não adianta e não leva a nada, isso só nos impede de agir e achar uma saída para o problema. Perdemos nesse processo muita energia e acabamos debilitando a energia do Baço-pâncreas e do Estômago. As pessoas mais preocupadas acabam desenvolvendo gastrites e úlceras.

 O medo é necessário quando temos de tomar alguma decisão importante. Ele é necessário para a sobrevivência. Porém, quando a nossa vida e os nossos atos são controlados pelo medo e ele se torna paralisante, alguma coisa está errada. Com isso desequilibramos a energia dos Rins.

Como podemos ver, pela visão oriental, as emoções só se tornam um fator de desequilíbrio para nossos órgãos internos e células, quando permanecem em nós por um longo tempo. Submeter-nos a um equilíbrio através da Acupuntura é uma das formas de tratar estas emoções, via equilíbrio energético, buscando o estado de saúde ideal para uma vida saudável, feliz e longa. Previne doenças como o câncer, além de tratar os efeitos da quimio e radioterapia.

 “O uso moderado nutre. O excesso e a falta agridem.”

A acupuntura tem sido, ao longo de muitos anos, um recurso terapêutico eficaz no tratamento da dor. Com o desenvolvimento de bases científicas e o amplo conhecimento sobre os mecanismos de analgesia por acupuntura, ela sai da designação de procedimento experimental e sua aplicação passa a fazer parte dos recursos terapêuticos utilizados na clínica diária dos profissionais da área de saúde.

Atualmente, em decorrência da difusão mundial alcançada, o termo acupuntura tornou-se mais abrangente em seus procedimentos e técnicas, que induzem a estimulação de pontos específicos da pele com a finalidade terapêutica de liberar substâncias neurotransmissoras, entre outras, com ação analgésica, antiinflamatória, relaxante muscular, ansiolítica, antidepressiva etc.

É nos pontos que compõem os traçados dos meridianos distribuídos pelo corpo, que se faz os estímulos durante o tratamento. Esses estímulos podem ser feitos utilizando materiais como agulha, moxa, estímulos elétricos, ventosas e mais recentemente, laser.

O uso do laser é mais uma opção durante o tratamento, que se pode oferecer ao paciente na clínica diária e observa-se que profissionais de todas as áreas estão integrando-se cada vez mais a essa nova ferramenta de trabalho apresentada, porém, é fundamental conhecer bem seus princípios básicos, principalmente porque seus efeitos e  mecanismo de ação são complexos e têm características inerentes. Para ser bem empregada e se chegar a um resultado satisfatório no tratamento, é imprescindível conhecer bem seus mecanismos de ação, assim como a patologia e o paciente, o que só se consegue com uma boa anamnese e um minucioso exame clínico.

O Objetivo da aplicação dos estímulos nos pontos de acupuntura é produzir neuromodulações, efeitos bioquímicos, bioelétricos e bioenergéticos que vão de encontro com a ação da MTC que busca a saúde, restabelecendo o equilíbrio entre Yin e Yang, Qi (energia) e Xue (sangue), e a desobstrução dos canais de energia, podendo desta forma, obter uma resposta terapêutica positiva.