mapaenergeticoblog1

Heloisa Lauar e Tatiana Raiunec

O Ryodoraku entra na categoria de metodologia de analise do estado energético do indivíduo (Ryo significa boa, Do significa conduzir e RAKU significa linha), que significa linha de boa eletrocondutividade.

Seu criador foi o médico Yoshio Nakatani, em 1950, que abordou a acupuntura através da eletrofísica e descobriu que os pontos que compõem os meridianos(caminhos de energia) oferecem menor resistência elétrica que o resto do corpo.

Pelo método Ryodoraku demonstrou-se cientificamente, que de acordo com a resposta da resistência da pele ao estímulo elétrico, pode-se comprovar o desequilíbrio orgânico e conseqüente surgimento da doença. A teoria se baseia na análise do Sistema Nervoso Autônomo Simpático e Parassimpático.

O mapa energético quando comparado ao método de diagnose tradicional como inspeção, anamnese, pulsologia e palpação, apresentou-se mais objetivo, com resultados científicos e holísticos. Resultados estes, que qualquer um pode observar, podendo ser apresentado ao paciente em forma gráfica e impressa assim, ele pode seguir o progresso do seu tratamento.

Fazendo um diagnóstico dos meridianos anormais e usando o mapa energético ou Ryodoraku, o terapeuta pode usar diferentes métodos de tratamentos como: laserpuntura, aurículopuntura, moxabustão, reiki, colorpuntura, eletroacupuntura, acupuntura, fitoterapia, florais, do in, massagem, crâniopuntura, Qi gong, Tui-Na , orientação nutricional, orientação emocional, dentre outros.

É essa praticidade e a visão holística do mapa energético que faz o resultado do tratamento ser mais efetivo e muito mais rápido, possibilitando ao paciente tornar-se agente da sua própria saúde e obter uma melhoria constante em sua qualidade de vida.

Anúncios